segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

DIA DO QUADRINHO NACIONAL


Parabéns a todos os desenhistas de histórias em quadrinhos do Brasil!!
                         Desde 1984, no dia 30 de janeiro comemora-se o Dia do Quadrinho Nacional.



Esta data foi escolhido por ser o aniversário da publicação da primeira história em quadrinhos brasileira: "As Aventuras de Nhô Quim", ou "Impressões de Uma Viagem À Corte" (1869), contando a história do personagem Nhô Quim, um caipira que se muda para a cidade do Rio de Janeiro e acaba ficando chocado com a civilização urbana que encontrou. O autor foi Angelo Agostini.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Gianesini entrevista o autor das Revistas CARTUM



Luiz Gianesini entrevista Aldo Maes dos Anjos,criador da revista Cartum – Nascido em  Curitiba – PR, em 10/11/1974, filho dos saudosos Aldo Hamilton Pereira dos Anjos  e Marila Yêda Maes dos Anjos; cônjuge: Vanessa Hames dos Anjos; dois filhos: Igor com 16 anos e Alice com 4 anos; ocupações atuais: Quadrinista, ilustrador, editor da revista CARTUM e vendedor de publicidade. Torce para o Brusque e Flamengo.


Aldo Maes dos Anjos, criador da revista Cartum
Sonho de criança?
Ver circulando uma revista em quadrinhos de minha autoria.
Como foi sua infância e Juventude?
Vivi até os 12 anos em um apartamento em Curitiba-PR, e com o falecimento do meu pai (1986), mudei-me para Brusque, na casa dos meus avós, no Santa Terezinha, onde residi até os 26 anos. Casei-me em 2000 com a Vanessa e passei a morar na rua Nova Trento com a minha família até hoje.
Pessoas que influenciaram?
Em muitas oportunidades tive a sorte de viver próximo de pessoas incríveis que me transmitiram muito conhecimento. A lista seria imensa. E seria injusto não citar todos.
Como conheceste a Vanessa?
O destino colocou ela no meu caminho. Foi paixão a primeira vista!
Histórico escolar?
1ª a 6ª Série – Colégio Marista Santa Maria (Curitiba – PR)
7ª e 8ª Série – Colégio São Luiz (Brusque – SC)
2º Grau – Colégio Estadual Santa Terezinha (Brusque – SC)
Matérias que mais gostava? E as que detestava?
Sempre me saí bem em Língua Portuguesa, especialmente com as redações. Nunca tive conflitos com nenhuma matéria.
Primeiro (a) professor (a)?
Minha mãe, que me ensinou a ler e a escrever antes dos 4 anos e a jogar xadrez aos 5 anos.
Grandes professores?
São vários, mas vou citar as 2 professoras que perceberam em mim algum potencial criativo e me incentivaram nas práticas artísticas: a professora Gleusa Fischer, no São Luiz e a professora Marlene Campos Moresco, no Santa Terezinha.
Como surgiu Brusque em sua trajetória?
Meu pai é de Lages, minha mãe de Canoinhas, mas os pais da minha mãe residiam em Brusque. Minha avó era de origem alemã (Werner) e meu avô de origem belga (Maes). Eu nasci em Curitiba-PR e passei a grande maioria das minhas férias escolares vindo a Brusque, meu destino preferido. Aqui em podia jogar bola, taco, e outras brincadeiras livremente pelas ruas e não havia perigo de assaltos. Eu adorava tanto vir pra cá que, em 1986, com o falecimento do meu pai, nem tive dúvidas em aceitar a mudança definitiva para Brusque, onde minha mãe teria a segurança dos meus avós. Nunca me arrependi disso, pois aqui encontrei as condições ideais para desenvolver o formato da revista CARTUM.
Como surgiu os quadrinhos em sua trajetória?
Minha mãe lia para mim desde os 3 anos de idade, as tirinhas do jornal, logo após o almoço, e uma revista em quadrinhos inteira antes de dormir. Foi assim que eu me alfabetizei e, logo aos 5 anos já desenvolvia minhas próprias revistas em quadrinhos com personagens originais, desenhados com caneta Bic, em folhas sulfite. Já projetava na imaginação como ficaria uma possível publicação autoral.

Aldo na produção da revista Cartum
Como veio ao mundo a Cartum?
Desde criança eu sempre tive o desejo de publicar uma revista com personagens próprios, o que na época parecia um sonho inalcançável. Mas segui praticando muito e acreditando neste objetivo. Com a primeira gravidez da minha esposa, surgiu a necessidade de obter uma nova fonte de renda que auxiliasse no orçamento familiar. Nessa época eu trabalhava com instalação de alarmes durante o dia e resolvi desenhar a revista nas madrugadas. Valeu a pena o esforço, pois em geral, muitas empresas nas quais eu instalei alarmes tornaram-se os primeiros anunciantes da revista, dando um imenso incentivo inicial. A revista foi seguindo aos trancos e barrancos e, por incrível que pareça, ela existe ainda hoje, 16 anos depois.
E o Cartum tem a ver com o Pasquim?
Tem muito a ver no sentido de que ambas as publicações botam o leitor pra refletir. Abordando temas diversos, a Cartum faz com que sua leitura torne-se um incentivo para se pensar a respeito de um determinado tema que não passaria pela cabeça normalmente: questões sociais ou mesmo comportamentos familiares são devidamente ponderadas, argumentados e replicados pelos personagens ao longo das páginas estimulando uma meditação mais profunda de como tal assunto se reflete em sua própria vida. A parte política eu deixo de lado porque a política deixou de ser piada faz tempo. Hoje em dia já se tornou um caso de polícia. O partido político que eu apoio é o bom senso e minha filosofia é da união nacional em torno da solução de tantos problemas, que, enfim, atingem a nós todos.
Como acontece os personagens?
Cada personagem apresenta uma peculiaridade da psicologia humana extremamente exagerada. Tem o pão duro, o pessimista, a fofoqueira, o esquecido, etc. O Pafúncio seria o estereótipo do malandro folgado. As atitudes e costumes de alguns personagens acabam associados a familiares e amigos dos leitores da Cartum.
Desde a abertura, quantas Cartum já foram publicadas?
Desde junho de 2001, até dezembro de 2016, foram publicadas 232 revistas diferentes, entre elas, 109 revistas CARTUM, 39 revistas LEITOR VIP, 20 revistas sobre a história local, 40 cartilhas temáticas, etc. Foram escritas e desenhadas 759 histórias em quadrinhos e foram distribuídos gratuitamente mais de 700.000 exemplares de revistas, incentivando o hábito de leitura em todas as idades.
E a ideia de personificar a cidade de Brusque?
Já foram apresentados quadrinhos sobre mais de 200 temas referentes à história de Brusque, ampliando os conhecimentos dos seus leitores, sempre com uma pesquisa resumida sobre cada assunto, feita por um historiador local, acompanhada dos quadrinhos divertidos, que ilustram ao mesmo tempo em que divertem. Tudo começou em 2010, quando por ocasião dos 150 anos da cidade, a então Secretária Municipal de Educação, Gleusa Fischer, desafiou este cartunista com um comentário despretensioso, ao sugerir uma revista Cartum falando sobre a história de Brusque. Em seguida, iniciou-se uma parceria inesquecível com o professor de história Robson Gallassinni (in memoriam) que resultou na Revista do Sesquicentenário, relembrando os 25 momentos mais significativos ocorridos na cidade. Ao todo, essa parceria gerou 8 revistas em 2 anos. Com o seu prematuro falecimento em 2012, as pesquisas da “Brusque Ontem” passaram a ser feitas pelos historiadores Marlus Niebuhr (ex-professor do Robson) e pelo Carlos Michel (parceiro e colega de faculdade do Robson), prosseguindo no objetivo de manter viva a memória local.

Lançamento do mapa BRUSQUE EM CORES
Quais os melhores livros que já leu?
Na adolescência, gostei muito de ter lido “A Profecia Celestina” (James Redfield) e “A Erva do Diabo” (Carlos Castañeda), entre outros. Achei muito criativo “O Homem que Matou Getúlio Vargas” (Jô Soares). Os livros que mais me impressionaram, pela riqueza de detalhes e narrativas bem costuradas, foram a trilogia “Paulo e Estevão”, “Há 2000 Anos” e “Cinquenta Anos Depois”, psicografados pelo Chico Xavier. A lista é grande e diversificada… “Adonai “(Jorge Adoum), “A Yoga de Jesus” (Paramahansa Yogananda), “A Cura Quântica” (Deepak Choppra), “A Verdadeira História de Lilli Zwetsch Steffens” (Saulo Adami)
O que está lendo atualmente?
Yogananda Autobiografia de um Yogue
Grandes nomes na literatura?
Na minha área, histórias em quadrinhos, considero os autores que mais me influenciaram: os brasileiros Mauricio de Souza, Ziraldo, Laerte, Angeli e Glauco Villas-Boas, e os estrangeiros Walt Disney, Will Eisner, Frank Margerin e Jano.
De que sente orgulho?
De ter me sustentado através dos quadrinhos, durante 16 anos, de uma maneira totalmente ética e honesta.
Algo que apostou e não deu certo?
Na mega-sena.
O que você aplica dos grandes educadores, das aprendizagens que teve no seu dia a dia?
A necessidade de organizar a minha vida, esclarecer os meus objetivos, bem definidos, dividi-los em etapas, perceber onde estão os obstáculos que tentam me deter, além de ter uma imensa paciência.
O que faria se estivesse no início da carreira e que não teve coragem de fazer?
Teria participado de mais eventos ligados aos quadrinhos em outros estados.

Grandes alegrias e tristezas?
A alegria maior é estar junto da minha família, fazendo um serviço que me dá um grande prazer em exercer e ter o suficiente para poder viver e ser feliz. A tristeza é olhar em volta, para o nosso país e ver os abutres que estão pousados nele, em diversos cargos públicos, sem a menor noção das consequências do seu crime egoísta, rapando os cofres públicos, tirando tudo o que é possível se carregar e deixando para trás um rastro de miséria e destruição.
O que o incomoda?
Desonestidade, inveja, trapaça e más intenções, em geral.
Qual a sua ambição?
Ampliar o quadro de assinantes, quem sabe atingindo outros estados.
Um resumo de sua trajetória pessoal e profissional até aqui.
Desde os 3 anos desenvolvi uma paixão pelos gibis e meu passatempo favorito sempre foi desenhar histórias em quadrinhos. Cheguei em Brusque aos 12 anos, em 1986, com uma respeitável coleção com mais de 1200 revistinhas. Sempre acreditei que algum dia circularia uma revista em quadrinhos de minha autoria. Em 1996, ao trabalhar no Stop Shop, o Ninho da Moda, tive uma feliz oportunidade de exercer a função de quadrinista remuneradamente, fornecendo charges e tirinhas para o jornal interno, que circulava nas lojas do shopping e incentivando uma produção mais constante do meu trabalho. Com o nascimento do meu primeiro filho, Igor em 2000, resolvi montar a primeira revista CARTUM utilizando as ideias acumuladas ao longo dos anos. A princípio, a revista foi trimestral, ficando bimestral a partir de 2005. Só se tornou mensal em 2007. Em 2010 houve o I Salão de Humor de Jaraguá do Sul, quando ganhei o prêmio de melhor História em Quadrinhos, concorrendo com artistas de alto nível técnico de todo o estado.
Costuma ler jornais?
Acompanho o Jornal Município Dia-a-Dia e os portais de notícias.


quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Novidades na Revista LEITOR VIP

A revista LEITOR VIP é uma publicação recheada de surpresas e entretenimento sadio, EXCLUSIVAMENTE produzida para os ASSINANTES da Revista CARTUM, pois ela é impressa na quantidade exata de assinaturas vigentes naquele período







Trata-se de uma LEITURA COMPLEMENTAR para degustar após acabar de ler a sua CARTUM daquele mês.


Para 2017 estão previstas algumas novidades que estarão incluídas em alguma das 7 edições (Leitor Vip nº 40 a nº 46) que serão entregues neste ano!!

Uma delas é o segmento TRUQUES E MÁGICAS, onde serão publicados 5 truques sensacionais que deixarão a todos estarrecidos com os seus "poderes mágicos". São três mágicas feitas com o auxílio de uma calculadora, uma de baralho e uma com um barbante limpo. Já vai providenciando estes artefatos, amigo leitor!!

Outros setores que a revista LEITOR VIP vai apresentar ao longo do ano:

DIRETRIZES: O que o leitor deve esperar daqui pra frente dos seguintes personagens: Sabrina, a hesitante; Mãe Dirá. a vidente; Tavinho; Dr.Neira; Marinalva; Zé Mané e o casal de imigrantes Fritz e Frida!!

FUNDÃO DO BAÚ: Resgate de quadrinhos produzidos há muito tempo atrás e que merecem ser lembrados. Neste ano serão tirados lá do fundo do baú as seguintes publicações: Cartilha CARTUM do Meio Ambiente Volumes 5 e 6 (2004); Revista do CHINECA: este é o personagem que o autor da Cartum desenhava na sua INFÂNCIA (1988); Revista Futebol de Bom Humor, com quadrinhos sobre as crônicas do goleiro escritor Valdir Appel (2010); Revista do Pelznickel (2014), lembrando a lenda natalina dos imigrantes alemães que chegaram a Brusque . Isso tudo, além de relembrar os Cartuns de capa de 120 revistas já publicadas, em homenagem aos 16 anos da revista.


Outros setores que os assinantes encontrarão neste ano na revista LEITOR VIP:
* Para ESCREVER melhor;
* Máquina do tempo;
* História do Quadrinho (nacional e estrangeiro);
* Para refletir.

Você vai ler também dezenas de FRASES (ditas por celebridades), desafios de lógica e matemática e pegadinhas, além de outras surpresas.

ASSINE a Revista CARTUM, receba muitos brindes e acompanhe também as novidades da Revista LEITOR VIP!!

BOA LEITURA, ASSINANTE!!





sábado, 21 de janeiro de 2017

Cartilha da TRANSITOLÂNDIA


Está prestes a entrar no forno o primeiro lançamento da Revista CARTUM em 2017, a...


A Transitolândia é um projeto de educação e prevenção para um trânsito melhor e mais seguro. Uma parceria da Polícia Militar de Santa Catarina (18º BPM - Brusque) e a Guarda de Trânsito de Brusque, visando orientar e alertar os estudantes sobre qual a melhor forma de se comportar no trânsito nas mais diversas situações, melhorando sua própria qualidade de vida. Possui como público alvo estudantes do 4º ano das redes de Ensino Estadual, Municipal e Particular de Brusque e região.


São dicas e instruções para prevenção de acidentes no trânsito. A história em quadrinhos apresenta situações de aprendizagem ocorridas com as crianças durante a visita à Transitolândia que se tornam acontecimentos reais na volta pra casa. 

É somente conscientizando as  crianças de hoje que colheremos os bons motoristas de amanhã!!
 “Na vida, quanto mais se vive, mais se aprende.
No trânsito, quanto mais se aprende, mais se vive.”
(Frase utilizada no projeto trânsito 4º ano do Colégio Cultura, pela Professora Emanuela Klann)

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

BONUS PAGE da Revista Cartum 109



Esta é uma página adicional referente à história "O Sumiço do Peru", publicada na revista CARTUM nº 109, disponível apenas nas publicações virtuais, gerando um interesse no internauta de também conhecer a revistinha que resultou nesta Bonus Page!


BONUS PAGE é uma extensão da revista CARTUM que só pode ser lida no mundo virtual. Ela estará disponível sempre após o lançamento de cada edição na página da Revista CARTUM no Facebook. Já existem armazenadas em um álbum de fotos nesta página, as BONUS PAGE de 9 edições (101 a 109). Curta a página da Cartum no Face e acompanhe as próximas páginas bônus!


segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Personalidade: PAFÚNCIO




Nome: Pafúncio Antunes.

Idade: 33 anos.

Estado Civil: Enrolando a Iolanda, porém hoje em dia está um pouco mais fiel.

Ocupação: Especialista em bicos e free-lancers em geral. Isso não muda nunca.


Especialidade: Utilizar toda sua massa encefálica com o único objetivo de arrumar maneiras de NÃO FAZER MUITO ESFORÇO, ou melhor, de não fazer esforço algum. Sua malandragem é tanta que ele nem percebe que no fim, acaba passando a perna em si mesmo.


Resumo: Sua missão na Terra é criar situações que demonstrem aos leitores da CARTUM como é triste a vida de um ser improdutivo, num estado de comodismo profundo, sem se preocupar com o dia seguinte, pois sabe que todas as suas necessidades serão supridas por cada um dos seus familiares, por bem ou por lábia.


Além do relacionamento instável com a Iolanda, Pafúncio tem um emprego instável no restaurante do Sr. Fritz (o qual reconhece que falta um pouco de disposição no Pafúncio, mas vê na sua lábia, uma possibilidade de vender os pratos mais caros), e mora instavelmente no lar da família Antunes, a casa dos seus pais, onde protagoniza situações hilárias de convivência familiar ao lado da D. Gertrudes (sua mãe), Seu Gumercindo (seu pai), Marinalva (irmã), Bráulio (cunhado), Tavinho (sobrinho), Dagoberto (irmão) e Vó Constância (avó). Essa turma vive travando impasses, divergências, incompreensões, e todo o tipo de comportamento infantil que geralmente ocorre quando pessoas de pensamentos contraditórios dividem o mesmo teto.
Acima de tudo é preciso estar bem consciente de tomar a atitude mais sensata e equilibrada para evitar discussões familiares! Quando duas pessoas discutem para saber quem está com a razão, ambas estão erradas!


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

OPINIÃO DO LEITOR

Leio a revista Cartum desde o início, a qual despertou minha atenção e simpatia, por ser uma leitura didática e de grande valor cultural, informando o leitor e incentivando-o a se tornar um cidadão útil ao nosso país. De conteúdo inteligente e bem-humorado, ensina até língua estrangeira, além de informações em diversas áreas de conhecimento, despertando o interesse de leitores de todas as idades. 



Vida longa ao CARTUM, ao ALDO e toda a sua equipe, e que continue obtendo o apoio que sempre teve, para continuar por muitos anos, progredindo nos seus objetivos, sonhos e realizações.

Gaspar Eli Severiano (leitor e um dos primeiros incentivadores da Revista CARTUM, desde a primeira edição).

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Revistas para download


COMPLETE A SUA COLEÇÃO DE REVISTAS CARTUM, baixando as revistas VIRTUAIS, do site da Cartum!!
Agora são 45 revistas disponíveis para visualização e download:
Revistas CARTUM nº 60 a 100;

Revista BRUSQUE ONTEM Vol. V;

Cartilha da Reforma Ortográfica;

Cartilha da Direção Defensiva;

Cartum Especial de Verão

Inicie agora mesmo a sua coleção virtual e BOA LEITURA!!

Em breve serão publicadas outras revistas.

domingo, 8 de janeiro de 2017

CRONOGRAMA PROVISÓRIO DE PUBLICAÇÕES EM 2017


Confira a seguir o cronograma provisório de lançamentos já confirmados que serão entregues a todos os assinantes em 2017. Existem algumas opções de cartilhas e revistas históricas que poderão ser incluídas nesta lista, conforme surgir o patrocínio necessário para o seu desenvolvimento. Caso elas aconteçam, serão devidamente comunicadas no link de NOTÍCIAS do site da CARTUM e na página do facebook: Revista CARTUM!!


MARÇO 2017
Revista CARTUM 110 + Revista LEITOR VIP 40 + 1 adesivo.

ABRIL 2017
Revista CARTUM 111 + Revista LEITOR VIP 41 + 1 adesivo.

MAIO 2017
Revista CARTUM 112 + Cartilha CONSEG nº 03 + 1 adesivo.

JUNHO 2017
Revista CARTUM 113 + Revista LEITOR VIP 42  + 1 adesivo.

JULHO 2017
Revista CARTUM 114 + Revista LEITOR VIP 43  + 1 adesivo.

SETEMBRO 2017
Revista CARTUM 115 + Revista LEITOR VIP 44  + 1 adesivo.

OUTUBRO 2017
Revista CARTUM 116 + Revista LEITOR VIP 45  + 1 adesivo.

NOVEMBRO 2017
Revista CARTUM 117 + Revista LEITOR VIP 46  + 1 adesivo.

DEZEMBRO 2017
Revista CARTUM 118 + Kit com brindes de Natal  + 1 adesivo.

A ordem dos lançamentos pode ser alterada no decorrer do ano, mas o que está acima descrito, já é garantido. Podem ser incluídos outros lançamentos ao longo do ano.

Em 2017, serão comunicadas PROMOÇÕES MENSAIS para o sistema de assinaturas, através do link ASSINATURA ANUAL, do site da CARTUM: www.revistascartum.com.br.

FAÇA a sua ASSINATURA ANUAL, não perca nenhum quadrinho e dê este inestimável apoio a esta manifestação cultural autêntica e original!! 
Dê uma assinatura anual de presente a alguém e seja lembrado todos os meses do ano!

CONFIRA A PROMOÇÃO ATUAL do Sistema de assinatura anual, clicando no link:

http://revistascartum.blogspot.com.br/2016/11/promocao-de-natal-da-cartum.html

sábado, 7 de janeiro de 2017

Para os dias de chuva

Nestas férias, faça uma ASSINATURA ANUAL da revista CARTUM e receba o KIT CARTUM, com diversos brindes. Entre eles, o JOGO DO URUCA e o JOGO DA MEMÓRIA


Nas fotos, a assinante Luana Rafaela Zabel, de Gaspar, se diverte com os seus amigos. É uma ótima opção para os dias de chuva, durante as férias, quando é melhor desligar o computador. 


Bom jogo a todos e parabéns para os vencedores!!

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

FELIZ ANO NOVO!!

Faça uma assinatura anual e acompanhe os 17 lançamentos de 2017, além de ganhar inúmeros brindes e uma linda camiseta!!

UM FELIZ E ABENÇOADO ANO NOVO A TODOS!!

Revista CARTUM nº 122 - Especial de 17 Anos

Dezessete anos passam voando, não é mesmo? Parece que foi ontem que a primeira edição estava sendo publicada... Então, em junho de 2018,...